PROCON orienta consumidores sobre a Black Friday

Comparar preços e analisar ofertas são dicas importantes para evitar prejuízos
Por Christian Hacke
24/11/2021 09:48

A famosa Black Friday está chegando e o Procon de Rio Negrinho está atento para orientar os consumidores! Comparar preços, analisar ofertas e verificar a confiabilidade do local de compra são dicas importantes para evitar uma Black Fraude!

O advogado Állan Ratzkob, coordenador do Procon no município, cita que é prudente que o consumidor verifique se os descontos realmente são reais. “Para isso, existem algumas ferramentas que auxiliam o consumidor. Basta utilizar a ferramenta de busca de sua preferência na internet para verificar a média de preços durante o ano”, disse.

Outra dica é guardar folhetos promocionais ou print de ofertas para comprovar os descontos oferecidos durante a Black Friday, comparar os valores cobrados por diversos estabelecimentos e, principalmente, saber quanto se pode gastar para que o consumidor faça boas compras e evite aborrecimentos.

Nas compras realizadas pela internet, o primeiro passo é garantir que a transação seja segura. “Para isso o Consumidor deve realizar compras apenas em sites confiáveis, além de redobrar a atenção ao efetuar o pagamento, sempre verificando se o beneficiário do pagamento confere com a loja em que o produto foi adquirido”, explica Állan.

 

Planejamento

O Procon orienta que o primeiro passo para o consumidor não cair em cilada na Black Friday é se planejar, evitando agir por impulso e gastar mais do que pode. Outra orientação importante é sempre exigir Notas Fiscais e guarda-las.

Outro alerta é para que o consumidor fique atento às ofertas promovidas logo antes da Black Friday. “É comum que algumas empresas subam o valor de determinados produtos na véspera da promoção, para depois baixar o preço, simulando descontos. Essa publicidade enganosa é proibida pelo Código de Defesa do Consumidor”, frisou o coordenador.

Por fim, vale lembrar que existe o prazo de sete dias para a desistência da compra de produtos adquiridos fora do estabelecimento comercial (pela internet por exemplo), como prevê o artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor. Quaisquer dúvidas podem ser sanadas com o Procon pelo telefone 3644-4014.

Download das fotos em alta resolução
Carregando