Eu amo Rio Negrinho

ESF São Rafael desenvolve telejornal sobre a dengue para mobilizar escolas

A iniciativa da apresentação foi promover a conscientização em toda a comunidade escolar
14/11/2018 13:58

As unidades de saúde de Rio Negrinho estão levando a sério a conscientização do combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, do vírus zika e da febre chikungunya nas escolas e nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI). Enfermeiros, agentes comunitários e outros profissionais da saúde estão empregando diversos recursos, inclusive teatrais, para que as crianças possam atuar como verdadeiros porta-vozes das ações de prevenção da dengue. Esse é o caso da unidade de Estratégia de Saúde da Família (ESF) do bairro São Rafael, que promoveu nesta terça-feira (13) uma dramatização do jornal televisivo “ESF São Rafael News” aos alunos de quatro escolas no Centro de Excelência Evaristo Stoeberl.

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde, mostram que o país já teve cerca de 62 mortes e 1659 casos confirmados de dengue, o período de análise correspondeu a dezembro de 2017 a junho deste ano. Desses casos 136 foram considerados graves e 1523 com sinais de alarme. As principais causas desses números apontadas pelo Ministério, estão: o acúmulo de água parada em latas, pneus, vasos de plantas e caixa d’água descoberta.

Tendo em vista esses casos preocupantes de epidemia de dengue no país e a chegada do verão, os profissionais perceberam a importância em levantar o assunto em sala de aula.  Primeiramente o projeto foi apresentado na Gincana da Saúde, realizada neste ano, pela Prefeitura junto às unidades de saúde do município. Com a repercussão positiva do projeto, o jornal foi estendido como apresentação para as escolas. A proposta é atingir o maior número de pessoas, pois as informações passadas às crianças também atingem a família. Disponibilizando uma corrente de conhecimento para toda a comunidade.

Simulando um verdadeiro telejornal, as apresentadoras chamaram a atenção dos alunos já no início. Foi com um “Vamos conferir as notícias de hoje” que uma entrevista foi simulada em uma televisão em molde de papelão. No encontro, os alunos puderam se divertir e ainda saber quais são cuidados que podem ser feitos e como conscientizar as pessoas próximas.

 

Outras ações

A conscientização também não poderia ficar de fora do CMEI Dona Benta. Na última semana, as crianças receberam os agentes da Vigilância Epidemiológica que explicaram a importância dos cuidados básicos para que o mosquito não se prolifere. No encontro, os alunos ainda puderam conhecer como ocorre o processo de coleta das larvas para análise, o que conquistou ainda mais os pequenos.

 

O Comitê de Combate a Dengue

O município ainda conta com um Comitê de Combate a Dengue, que vem estimulando práticas de prevenção e conscientização nas unidades de ensino, espaços públicos e propriedades privadas. Secretarias de Saúde, Educação, Finanças, Cultura, Vigilância Epidemiológica e Fundação Hospitalar fazem parte do comitê. Além das unidades municipais, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Samae, Paróquia Santo Antônio de Pádua, Grupo Escoteiro Arnaldo de Almeida Oliveira, EEB Jorge Zipperer e EEB Profª Marta Tavares complementam o grupo. Para mais informações sobre as ações e como participar do grupo, basta ligar no 3646-4125.

Download das fotos em alta resolução
Carregando