Eu amo Rio Negrinho

Professora cria método para auxiliar alunos a aprenderem cálculos

A divisão esteve entre os cálculos ensinados na EMEB Pioneiro Marcelino Stoeberl
10/09/2018 15:25

A Matemática está presente na vida das pessoas desde a infância. Antes mesmo de iniciar o período escolar, as crianças já têm contato com noções matemáticas no seu dia a dia, aprendendo sem sequer perceber. Mas foi com o intuito de fortalecer esse aprendizado que a professora Ciliane Kupicki do 3º ano da EMEB Pioneiro Marcelino Stoeberl descobriu uma forma diferente de ensinar as operações de divisão e multiplicação na sala de aula. Através de uma dinâmica, os estudantes deveriam assimilar os cálculos com seus objetos pessoais.

Com intuito de barrar as dificuldades futuras com a disciplina, a professora buscou trabalhar os conteúdos em atividades práticas, ressaltando situações cotidianas que poderiam desenvolver com facilidade o ensino da Matemática nos primeiros anos da vida escolar. Já que uma das situações que preocupa os profissionais da educação é que apenas 7,3% dos estudantes, ao deixar as escolas, atingiram níveis satisfatórios de aprendizado. Os dados divulgados no ano anterior pelo movimento “Todos pela Educação” ainda comparam o resultado com o ano de 2013 em que a parcela era superior a essa amostragem, cerca de 9,3%.

Na atividade, Ciliane organizou os alunos em grupo para que pudessem trabalhar em equipe nas operações de divisão e multiplicação. As crianças deveriam reunir todos os materiais pessoais que tinham em comum e trabalhar nos cálculos colocados no quadro. “Pedi para eles dividirem de forma igualitária, trabalhando principalmente a tabuada. Também fizemos com cubos no mesmo sistema”, conta. “Quando tocamos em um assunto que envolve os materiais ou brinquedos de cada um, eles tendem a prestar mais atenção nas aulas”.

A Matemática ainda se constrói como uma ciência fundamental para diferentes aspectos de vida, desde os avanços tecnológicos a situações e necessidades cotidianas. O domínio de conceitos matemáticos desde os primeiros anos de vida ajudará na formação de indivíduos que, quando adultos, saberão lidar melhor com as diferentes formas de tecnologia e terão mais capacidade para tomar e argumentar decisões sociais e financeiras. “Quando o aluno faz isso, ele constrói conhecimentos matemáticos importantes e amplia capacidades perceptivas e motoras essenciais para o seu desenvolvimento pleno e integral”, complementa.

Download das fotos em alta resolução
Carregando