Eu amo Rio Negrinho

Unidades de saúde participam da Semana Mundial do Aleitamento Materno

Dentre as atividades da programação está o “Mamaço” que ocorrerá nos próximos dias
06/08/2018 10:40

Comemorada entre os dias 1 a 7 de agosto, a Semana Mundial do Aleitamento Materno, com o lema “Amamentação é a base da vida”, reforça a importância em que a amamentação possui para o desenvolvimento saudável dos bebês, assim como para a diminuição da mortalidade entre os recém-nascidos. A Prefeitura, através da Secretaria de Saúde, vem mobilizando as unidades de saúde com palestras, mamaço e divulgação do banco de leite a fim de conscientizar toda a comunidade rio-negrinhense.

Segundo dados do Ministério da Saúde, o aleitamento materno possibilita inúmeros benefícios para mãe e filho. Além do valor nutritivo, ele protege também contra infecções, alergias, doenças crônicas e câncer infantil. “Consequentemente, o bebê que faz a amamentação correta no peito não ficará doente tão fácil. Ainda há dados que mostram que essas mesmas crianças têm o QI mais alto”, complementa a pediatra Maria Aparecida Winnikes Pereira. Já para a mãe, a amamentação auxilia na recuperação do tamanho do útero e diminui os riscos de anemia e hemorragia.

Em Rio Negrinho, as ações voltadas para a amamentação já possuem um histórico significativo. As primeiras iniciativas começaram aproximadamente há 20 anos baseando-se nos 10 conceitos propostos pelo Hospital Amigo da Criança. Regulamentado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância, (Unicef), e pela Organização Mundial da Saúde, (OMS), esses conceitos surgiram após dados negativos relacionados à época. Os hospitais que seguem esses passos são consagrados com uma placa que é fixada na entrada da maternidade. A pediatra ainda conta que a iniciativa foi implementada na cidade após perceber que as visitas das mães eram realizadas apenas quando as crianças estavam doentes. “Não se tinha um cuidado de trazer a criança regularmente como é hoje, nessas visitas esporádicas era comum encontrar mães que já estavam dando outros alimentos para os bebês”, conta.  Foi nesse momento que criou-se uma equipe para intensificar a importância da amamentação correta.

Orientar sobre a amamentação correta com base no Ministério da Saúde, que deve ser feita integralmente até os 6 meses e intercalada com outros alimentos até os 2 anos de idade, começaram a ser inseridas nas palestras. “No início precisávamos carimbar uma caderneta para que as mães viessem. Mas depois a ideia foi aderindo e segue até hoje”, comemora Maria. Um dos saldos positivos foi a diminuição da mortalidade infantil e filas nos hospitais do município. O “Cuidado Amigo da Mulher” também é outra atividade realizada, que visa estimular as boas práticas de atenção no período de gestação até o parto.

Outra mudança foi a criação do banco de leite, na época as unidades de saúde deslocavam as doações para a Maternidade Dona Catarina Kuss, em Mafra, para a pasteurização. Atualmente, o banco possui cerca de 10 doadoras e a coleta é feita regularmente nas próprias residências. Como forma de reforçar ainda mais a amamentação, as palestras e o “mamaço” são distribuídas ao longo do ano. O mamaço, por exemplo, ocorrerá em 10 de agosto e é organizado pela Fundação Hospitalar Rio Negrinho. “Toda vez que realizamos o número de mães só aumenta. Reiteramos o convite novamente e esperamos conscientizar todas as famílias”, finaliza a pediatra. Para mais informações, entre em contato com a Secretaria de Saúde através do 3646-4100.

 

Toda sociedade reunida

Um dos pontos também promovidos pela campanha é voltada às famílias e empresas. O auxílio é primordial no período em que a mãe volta para casa e o companheiro tem sido identificado como importante fonte de apoio à amamentação. São pessoas que tem importante papel, não apenas nos cuidados com o bebê, mas também com a mãe. Já com as empresas, as ações ainda precisam ser fortalecidas. O Ministério de Saúde estimula a implementação das salas de apoio à amamentação nos locais de trabalhos, convênios de creches e adoção da licença-maternidade de 6 meses aderindo ao programa Empresa Cidadã. Mais informações, através do site: http://www.blog.saude.gov.br/

Download das fotos em alta resolução
Carregando