Eu amo Rio Negrinho

Elevado número de faltas de professores preocupa Educação

Somente entre 11 de fevereiro e 10 de abril deste ano, foram registradas 579 faltas com atestados entre os professores da Rede Municipal
26/04/2018 10:58

A grande quantidade de falta de professores foi tema de uma reunião realizada na tarde de quarta-feira na Secretaria de Educação, envolvendo o prefeito Julio Ronconi, a secretária de Educação Darli Frota Tândalo, e diretores das unidades educacionais do município. Somente entre 11 de fevereiro e 10 de abril deste ano, foram registradas 579 faltas com atestados entre os professores da Rede Municipal. No mesmo período do ano passado, o número foi de 480.

Para Julio, o número é preocupante, já que afeta o desempenho dos alunos em sala de aula. “Precisamos encontrar soluções, forma de reduzir esse número que afeta não só Rio Negrinho, mas várias cidades do Brasil”, explicou ele. No país, o absenteísmo dos professores é um problema grave, já apontado pelo Banco Mundial, recentemente, como um dos maiores gargalos da educação brasileira. É o que está escrito no relatório “Um Ajuste Justo: Análise da eficiência e equidade do gasto público no Brasil”, divulgado em novembro do ano passado. De acordo com o documento, as ausências estão relacionadas a diversas causas, como o estresse e o trânsito, mas também são motivadas por leis permissivas que concedem licenças e opções de falta, muitas vezes, sem verificação.

Durante o encontro, Julio procurou ouvir dos diretores como é o dia a dia nas escolas e o que tem motivado elevado número de faltas dos professores. “Essa é uma questão que precisamos resolver, procurar entender o que está acontecendo e, se houver casos duvidosos, abrir processos administrativos para averiguar”, analisou o prefeito.

 

Download das fotos em alta resolução
Carregando