Eu amo Rio Negrinho

Prefeitura e Sindicato dos Servidores discutem reivindicações

O encontro envolveu a presidente do Sindicato Adriana Classar Ribas e o prefeito Julio Ronconi
02/04/2018 17:13

Na tarde desta segunda-feira, dia 02, ocorreu a primeira reunião envolvendo a Prefeitura de Rio Negrinho e membros do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais para discutir a pauta de reivindicações referentes a 2018. O encontro envolveu a presidente do Sindicato Adriana Classar Ribas e o prefeito Julio Ronconi.

Durante a reunião, foram discutidos todos os itens levantados durante a assembléia geral dos servidores, incluindo o pedido de reajuste salarial e o de aumento do vale-alimentação – considerados os dois principais pontos da pauta de reivindicações. “Vamos aguardar o fechamento da inflação do mês de março para definir o percentual de reajuste”, informou Julio durante a reunião.

A próxima rodada de negociações ficou definida para a próxima quarta-feira, dia 11 de abril, às 8 horas, quando a Prefeitura apresentará sua proposta de reajuste. “Consideramos a reunião positiva e aguardaremos a proposta da Prefeitura”, destacou Adriana.

 

Pauta de Reivindicações:

- Reajuste da inflação 1,79 (estimado), mais aumento real de 5,02 totalizando 6,81

- Aumento para R$ 330,00 (R$ 15,00 por dia), no auxílio alimentação para todos os servidores;

- Aumento do piso salarial municipal igual ao piso mínimo regional do Estado de Santa Catarina;

- Implantação do Plano de Carreira, Cargos e Salários e o Estatuto dos Servidores até o final do 1º semestre/2018;

- Alteração da legislação no que tange ao desconto da regência de classe somente para os dias faltantes, e não a perda de toda regência quando a falta é acima de 3 dias.

- Escolha optativa por aumento ou diminuição da carga horária para os professores da Fundação de Cultura, bem como a criação de mais salas de aula;

- Alterar os percentuais da Insalubridade para os mesmos índices da CLT; 10% - Grau Mínimo, 20% - Grau Médio, 40% - Grau Máximo;

- Aumento dos triênios de seis para até a aposentadoria;

- Contratação de empresa de Segurança no Trabalho a fim de verificar a questão da insalubridade e periculosidade em todos os setores públicos municipais;

- Alteração do cargo de Merendeira para Cozinheira;

- Aumento do repasse para 60% no percentual da distribuição para as equipes da Atenção básica de acordo com a Lei 2458/2012, que institui O Programa de Incentivo Financeiro ao Desenvolvimento da Qualidade dos Serviços de Atenção Básica na Secretaria de Saúde do Município - PMAQ;

- Periculosidade para as Auxiliares de dentistas que trabalham com equipamentos de raio x;

- Uniformes para os vigias;

- Uniformes para infraestrutura, agricultura, capela mortuária e motoristas;

- Reajuste do piso nacional e aplicação do valor do piso para todos os servidores do magistério;

- Criação da CIPA.

- Não enviar projetos para a câmara que alteram direitos dos Servidores Públicos sem antes oficiar e protocolar com antecedência informando o sindicato da possível alteração.

Download das fotos em alta resolução
Carregando