Eu amo Rio Negrinho

Famílias recebem novas casas no Vista Alegre

Quatro novas moradias foram entregues através do projeto de Regularização Fundiária realizado no bairro
22/01/2018 08:21

O sentimento é de vida nova para quatro famílias do bairro Vista Alegre. Na sexta-feira, as famílias de Aristóteles Santos, Sandra Maria dos Santos, Dalila dos Santos Araújo e Maria Zelita Woisak receberam oficialmente suas moradias, através do projeto de Regularização Fundiária Urbanística desenvolvido pela Prefeitura de Rio Negrinho, através da Secretaria de Habitação. O projeto teve início ainda em 2009, com investimentos de mais de R$ 3 milhões através do PAC 2, do Governo Federal. Ao todo, mais de 30 famílias já foram beneficiadas com novas casas, além de toda a infraestrutura urbanística que vem ocorrendo na região do bairro Vista Alegre.

As famílias receberam as chaves das mãos do prefeito Julio Ronconi e do vice Roberto Albuquerque. Para o prefeito, é uma satisfação enorme poder participar deste momento especial das famílias. “Como é bom poder auxiliar a realizar o sonho destas famílias, de ter sua própria casa, segura, com qualidade e escriturada”, ressaltou ele. Roberto Albuquerque também ressaltou a importância das novas moradias, que darão mais qualidade de vida aos moradores, que antes viviam em residências de condições precárias. “Agora são casas bem feitas e que darão mais qualidade de vida aos moradores”, frisou Beto.

A secretária de Habitação e Planejamento, Marlete Schroeder, destacou principalmente o trabalho desenvolvido pela sua equipe na Secretaria, que não tem medidos esforços para que as famílias tenham o sonho da casa própria realizado. “Muitos acompanham há anos as famílias, vendo seus filhos crescerem, e participar deste momento de entrega das moradias é uma grande satisfação também para nós”, destacou ela.

 

Projeto

Iniciado ainda em 2009, o projeto de regularização fundiária do bairro Vista Alegre prevê a execução de rede de drenagem pluvial, pavimentação de ruas e das calçadas em todo o assentamento das novas famílias, além da escrituração dos imóveis. O programa inclui ainda trabalho técnico social com a comunidade, regularização fundiária, casas novas, centro comunitário, áreas de lazer e recuperação de áreas degradadas. O projeto prevê também, em seu entorno, o reassentamento de 30 famílias que hoje ocupam áreas de risco e de difícil acesso.

Download das fotos em alta resolução
Carregando