Eu amo Rio Negrinho

Aeaplan garante: Pavilhão não precisa ser demolido

30/08/2017 13:28

Uma equipe multidisciplinar de engenheiros de várias áreas e arquitetos, integrantes da Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Planalto Norte (Aeaplan) entregou nesta semana ao prefeito Julio Ronconi o relatório de avaliação técnica do Pavilhão dos Imigrantes. No estudo, composto por dez páginas, relata-se a necessidade de manutenção da estrutura, mas descarta-se a necessidade de demolição do Pavilhão. “É um documento técnico, sem achismo, que nos garante que poderemos trabalhar para devolver o pavilhão à comunidade”, comemorou Julio ao receber o material.

O documento é assinado pelo presidente da Aeplan Flavio Walchoski, que é engenheiro eletricista, e tem o aval de outros profissionais ligados à associação, que ao todo realizaram três visitas de inspeção ao Pavilhão, quando itens como alvenaria, estrutura metálica, e instalações elétricas foram analisados. “Foi feito um trabalho minucioso. O Pavilhão precisa de reforma, mas é um grande patrimônio do município”, destacou Flávio. O engenheiro civil Giorgio Murara Alves relatou que foram feitas avaliações criteriosas dos itens para elaboração do relatório. “Há coisas há fazer, até pelo tempo que ele ficou fechado e pela falta de manutenção, mas é um imóvel que vale a pena recuperar, que está avaliado entre 3 a 4 milhões de reais”, frisou Giorgio.

O também engenheiro civil Mauro Ossowski falou da importância do documento, que dará respaldo a tomada de decisão do prefeito Julio Ronconi em manter o Pavilhão. “Você tem em mãos um documento elaborado por técnicos. Precisa de manutenção, mas o Pavilhão está tranquilo, pode usar. O documento tira esse peso das costas do prefeito”, ressaltou ele. Jandrei Pscheidt, engenheiro mecânico que avaliou a estrutura metálica, igualmente falou da segurança do Pavilhão, e destacou a iniciativa da Prefeitura em buscar a Aeaplan para a elaboração do relatório. “Era um absurdo querer demolir o Pavilhão sem uma avaliação técnica. O que tem que se pensar é em uma manutenção preventiva”, destacou Jandrei.

 

Parceria

Para o prefeito Julio Ronconi, foi fundamental a parceria com a Aeplan, que gratuitamente fez o relatório técnico. “Iniciamos o mandato com alguns dizendo para demolir, outros para manter, mas sem um estudo técnico, só no achismo. E como a Prefeitura tem recursos escassos para um relatório técnico, pedimos esse apoio da Aeaplan e prontamente nos atendeu. O retorno está sendo fantástico e agora queremos devolver esse patrimônio à comunidade. Com este documento estaremos mais embasados para buscar os recursos necessários para a manutenção que o Pavilhão necessita”, citou Julio.

O vice-prefeito Roberto Albuquerque , igualmente parabenizou a parceria com a Aeplan em prol do município. “Agora tomamos uma decisão baseada em um relatório técnico”, ressaltou ele. Na mesma linha, a secretária de Planejamento Marlete Schroeder agradeceu a Aeplan e ressaltou a importância do documento para o município. “Agradeço muito ao empenho de todos que estiveram envolvidos para emissão desse laudo”, disse ela.

 

Relatório

Ao longo de 10 páginas, os técnicos apresentaram informações técnicas sobre a estrutura atual do Pavilhão, recomendando manutenções localizadas em alguns pontos. Um dos itens que mais chamou a atenção foi a corrosão de alguns pilares metálicos externos, causados principalmente pelo contato com a urina, ou seja, pessoas que usam o lugar indevidamente para urinar acabaram causando danos à estrutura do Pavilhão.

 

 

Download das fotos em alta resolução
Carregando