Rio Negrinho / SC - 28/04/2017
Facebook

Roteiro Colônia Olsen

ROTEIRO COLÔNIA OLSEN

ROTEIRO RURAL COLÔNIA OLSEN

A Colônia Olsen- (Comunidade de São Pedro) é o local onde iniciou a cidade de Rio Negrinho. Localiza-se a 10 quilômetros do centro em direção a Volta Grande. É composta pelo Vale do Rio Casa de Pedra, margeado por propriedades coloniais, casas de valor histórico, a Capela São Pedro, mata nativa, e a antiga serraria movida a roda d’água (Serraria do Müehlbauer) Encontra-se também nessa localidade o Monumento ao Colonizador, importante marco erguido em homenagem aos primeiros habitantes de Rio Negrinho.
Na localidade da Colônia Olsen, é possível fazer um belo passeio e estar em contato direto com a natureza, respirar o ar puro que ela proporciona. Se encante com a beleza do Rio Casa de Pedra as propriedades turísticas, os campos com animais da fazenda, o canto dos pássaros.
Respire fundo. Percorrendo a estrada já é o suficiente para sentir-se em um verdadeiro paraíso.
 

Outras Informações

O ROTEIRO COLÔNIA OLSEN VOCÊ DEVE AGENDAR PELO TELEFONE 91874637 ou 91953793  PARA FAZER A TRILHA POR DENTRO DA ÁGUA QUE INICIARÁ NO JUNGE DHAUS E TERMINA NA RODA D'ÁGUA.

 

 

RODA D’ÁGUA
Serraria do Müehlbauer
A serraria inicial foi construída em 1913 por Frantz Zem na localidade de São Pedro, próxima ao Rio Casa de Pedra. A serraria era movida a partir da força motriz da água e de locomotiva a vapor. Após ter sofrido um incêndio, foi reconstruída em 1936 por Rodolfo Tureck. Em 1945 passou para outro proprietário, o senhor Urbano Murara. No início da década de 70, assumiu a empresa, o senhor Alfredo Müehlbauer (in memorian) que dá nome à Serraria, ele também montou uma marcenaria com a mesma força motriz, que esta sendo mantido em plena atividade pelo seu filho Pedro Muehlbauer
A singular marcenaria vem funcionando com equipamentos primitivos que atraí muitos visitantes, pois o local é fascinante.
No local há a fabricação em pequena escala de rodas de carroça, e de reproduções fieis da roda d’água e todo seu mecanismo de funcionamento, sob encomenda já que o processo de fabricação leva muito tempo para ser concluído devido sua complexibilidade.
Acesso a partir de 14 de novembro
R$ 5.00 para grupos com agendamento antecipado. (mínimo 10 pessoas)
Telefone para informações: 47 36448911

CTG Casa de Pedra ( Pista de Corridas Radicais)
Além de realizar seu rodeio anual sempre no mês de janeiro, o CTG Rio Casa de Pedra com Pista de Corridas Radicais é palco de muitas apresentações, e competições dos esportes radicais com motos, quadríciculos, jipes e gaiolas. Laercio Furst morador do local presta a infra-estrutura necessária para os eventos de esportes radicais onde sol, poeira, chuva e lama marcam presença em muitos deles.
Acesso: Aberto a eventos com agendamento 47 – 99373613
Silvio p/recado- 47 36440629

JUGEN DHAUS
Jugendhaus é uma propriedade rural da localidade Rio Casa de Pedra que encanta quem visita pela beleza do local. Atende à eventos com agendamento antecipado.
No local é possível fazer a trilha pela água acompanhada de guia, com turmas de até 20 pessoas.
O local é disponibilizado também para eventos com capacidade para até 120 pessoas
Informações: (47)3646-3112

CAPELA DE SÃO PEDRO – Colônia Olsen
Em 1932 a comunidade de Colônia Olsen inaugura a primeira igreja em alvenaria, edificada no mesmo local da primeira igreja da comunidade já construída desde 1918 cujo terreno fora doado por José Pscheidt, popular Michl Sepp, neto do imigrante Wenzel Pscheidt.
Em 1948 a igreja foi aumentada com a construção da torre. No seu interior estão três pinturas em tela de Franz Kwitschal, descendente de imigrantes alemães, falecido em 1956.
Junto a Capela está também o Salão Paroquial da comunidade (Salão Rural São Pedro) onde são realizadas várias atividades comunitárias como também é possível prestigiar os grandes bailões que são comuns na localidade. Durante os bailes conserva-se a tradição de comer durante a noite podendo desfrutar de um delicioso churrasco preparado pela comunidade local.

MONUMENTO AO COLONIZADOR
A CRUZ
“Caminheiro que aqui passas
Junto ao símbolo da cruz
Eu te peço, sempre faças
Com fervor e muitas graças
O sinal da santa cruz

E se o tempo não for curto
Veja bem ó meu irmão
É do mal tão grande o surto
Que é preciso não ser furto
No trabalho e na oração

Se perdestes a luz querida
Que na vida te conduz
Terás sempre nesta lida
Caminho, Verdade e Vida
De Jesus na Santa Cruz”

José Korman

Monumento inaugurado em 24 de Abril de 1981. No local entre 1904 e 1905 houve o primeiro encontro comunitário iniciado com a reza do terço e depois o planejamento das primeira atividades sociais, entre elas a construção da primeira capela e escola da comunidade.
Franz Ranschberger ergueu uma cruz da qual serviu tempos depois para a primeira cerimônia fúnebre coincidentemente do próprio Franz.
O Monumento foi erguido em 1981 em homenagem ao colonizador de Rio Negrinho e para lembrar e homenagear a origem da cidade e de sua comunidade. Rio Negrinho começou ali, somente depois da construção da ferrovia e da Estrada Dona Francisca o centro da cidade se mudou para o local atual.
Fonte: José Korman – Idealizador do Monumento

Monumento ao Colonizador
Estrada Luiz Pscheidt
Localidade: Colônia Olsen

Nosso endereço
Av. Richard S. de Albuquerque, 200
Bairro: Centro Cívico
Rio Negrinho / SC
CEP: 89.295-000
Telefone
(47) 3646-3600
Prefeitura de Rio Negrinho